Joe Biden empossado 46.º Presidente dos EUA

Joe Biden tomou posse, esta quarta-feira, como Presidente dos Estados Unidos, e Kamala Harris foi empossada a primeira vice-presidente norte-americana. No seu discurso, Joe Biden disse que “este é o dia da América, da democracia e da esperança”.

Joe Biden e Kamala Harris tomaram posse, esta quarta-feira, como Presidente e Vice-Presidente dos Estados UnidosA cerimónia decorreu no Capitólio, em Washington DC, com cerca de 2.000 convidados, muito abaixo do habitual devido à pandemia e por causa da segurança, tendo em conta ataque ao Capitólio, no dia 6 de Janeiro.

A cantora Lady Gaga cantou o hino norte-americano, antes do juramento de Kamala Harris como Vice-Presidente, a primeira mulher a ocupar o cargo, com origens africanas e asiáticas.

Seguiu-se uma interpretação da cantora Jennifer Lopez que antecedeu o juramento de Joe Biden como 46.º Presidente dos EUA.

No seu discurso de tomada de posse, Joe Biden, de 78 anos, disse que “este é o dia da América, da democracia e da esperança“. “Hoje, celebramos o triunfo da democracia. A vontade do povo foi ouvida e tomada em consideração“, afirmou, sublinhando que “a democracia venceu” e lembrando que “a violência colocou em questão a democracia” a 6 de Janeiro quando o Capitólio foi atacado.

“Este é o dia da América, este é o dia da democracia, dia da História e da esperança. Celebramos hoje o triunfo, não de um candidato, mas de uma causa, a causa da democracia. A vontade do povo foi ouvida.

Nesta hora, a democracia veio a prevalecer e unimo-nos como uma nação… E isto quando há escassos dias a violência tinha abalado as instalações do Capitólio.

Um vírus, inédito de há um século a esta parte, abalou profundamente o país, ceifando tantas vidas no espaço de um ano, como as que perdemos na II Guerra Mundial. Somos também movidos por um grito de justiça racial já de há 400 anos. O sonho da justiça para todos não há de ser mais adiado.”

Joe Biden, presidente americano na tomada de posse a 20/1/2021

O novo Presidente falou, ainda, dos desafios que os Estados Unidos enfrentam, como a pandemia e disse que “o grito da justiça racial” não vai ser esquecido. Joe Biden disse que “é preciso união“. “Hoje, em Janeiro, toda a minha alma está neste acto, quero unir o nosso povo e peço a todos os americanos que se juntem a mim nesta causa.

Biden resumiu que se trata de um “momento histórico” e prometeu ser “um Presidente para todos os americanos” e que vai lutar tanto pelos que o apoiaram quanto pelos que não o apoiaram. O novo Presidente sublinhou que todos têm a responsabilidade de honrar a Constituição, “defender a verdade e vencer as mentiras“.

Metam-se no lugar dos outros e estendam as mãos aos outros. Vamos precisar uns dos outros e de todas as nossas forças para perserverar nestes tempos duros. Temos de ultrapassar esta pandemia como uma nação unida.

Vamos reparar as nossas alianças e aliar-nos novamente ao mundo para ultrapassar os desafios de hoje e amanhã. Seremos um parceiro de confiança para a paz.” 

Joe Biden fez, também, uma oração silenciosa pelos 400.000 mortos da pandemia.

Vou defender a Constituição, a democracia e a América. Juntos vamos escrever uma história de esperança.

Os habitantes de Washington acompanharam a cerimónia de tomada de posse a partir de casa. Ausente esteve Donald Trump que assistiu à cerimónia a partir do seu clube em Mar-a-Lago, na Florida.

Trump foi o primeiro Presidente desde Andrew Jackson, em 1869, a recusar comparecer ao juramento do seu sucessor. A tradição diz que o Presidente cessante e a primeira-dama dão as boas-vindas ao novo casal presidencial na manhã da cerimónia de investidura, antes de todos se deslocarem desde a Casa Branca até ao Capitólio. O Governo cessante esteve representando pelo seu vice-Presidente, Mike Pence.

0 0 vote
Ranking do Artigo
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
0
Adoraríamos que Comentasses x
()
x
%d blogueiros gostam disto: